Depois de ter o rosto queimado pelo ácido, iraniana se torna sinal de esperança
09/03/2023

A sobrevivente do ataque com ácido, Marzieh Ebrahimi, falou em nome de outras vítimas desse crime horrendo no Irã.

Uma bela alma nunca pode ser destruída

Seis anos atrás, Marzieh Ebrahimi estava dirigindo em Isfahan, no Irã, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram de seu veículo. Um deles jogou ácido em seu rosto e os dois fugiram. Eles nunca foram capturados ou identificados. Hoje, Marzieh está aumentando a conscientização sobre esses terríveis ataques e defendendo a proibição da venda de ácido. 

No ano passado, Marzieh participou de uma sessão de fotos com um jovem fotógrafo chamado Negar Masoudi. As imagens resultantes foram exibidas em uma exposição no Fórum de Artistas Iranianos em Teerã.

Apesar das cicatrizes no rosto e no coração, Marzieh Ebrahimi é uma mulher bonita

Você conhece a mitologia da fênix? Um pássaro lendário nascido de novo no fogo; um símbolo de renascimento e renovação.

Quando falamos sobre ataques com ácido no Irã, uma litania de nomes tragicamente vem à mente. São principalmente nomes de mulheres que, por um motivo ou outro, foram alvo de homens furiosos em sua comunidade: alguém de sua família, talvez, ou um conhecido que satisfez sua ira jogando ácido sobre essas mulheres, desfigurando seus rostos para sempre e roubando muitos de sua visão.

Marcada pra sempre

Uma dessas mulheres, no entanto, conseguiu se superar e usar esse mal a seu favor.  Naquele dia amargo em que foi atacada em Isfahan em 2014, Marzieh Ebrahimi tinha apenas 25 anos. 

Falando em um evento na Universidade AmirKabir anos após o incidente, Ebrahimi relembrou: "Eu nunca os vi. Eu não sei como eles se parecem. Eu não sei quantos anos eles têm. Não sei se eles tiveram algum problema comigo ou com meu hijab. Mas de uma coisa sei muito bem: quero falar com eles. Quero vê-los, olhar em seus olhos e perguntar: 'Por quê? Por que um ataque com ácido? Por que eu?'"

NO entanto, apesar das cicatrizes em seu rosto e em seu coração, Marzieh Ebrahimi é uma bela mulher que também é estranhamente parecida com uma fênix. Queimada pelo ácido atirado em seu rosto, ela renasceu das cinzas e agora começou uma nova vida.

Beyoncé Surpreende e Apresenta Ludmilla no Coachella: O Momento Épico... Ver mais!
23/04/2024
Pão Caseiro que não precisa sovar: Receitinha prática e muito saborosa!
23/04/2024
Carla Perez se envolve na polêmica de Davi e manda o melhor dos recados para Mani Reggo: ‘tenha cuidado’
23/04/2024
Davi passa mais de 3 horas trancado em quarto com Alane e ela deixa local antes de amanhecer, diz colunista
23/04/2024
Docinho Pé de Anjo
23/04/2024
Sonia Abrão exibe foto do primeiro neto: 'Saindo da maternidade'
23/04/2024
Menino Desiludido
23/04/2024
Ludmilla Contra-Ataca: Verdade Por Trás das Acusações de Intolerância Religiosa Revelada... Ver mais!
23/04/2024
5 dicas ARRASADORAS para limpar panela queimada/amarelada
23/04/2024
Filho de Marcelo Rezende revela detalhes inéditos de abuso sofrido na infância
23/04/2024