Ator de O Rei do Gado acaba em cadeira de rodas ao ter apanhado na rua ...ver mais
21/04/2023

Após apanhar na rua, ator de O Rei do Gado acabou em cadeira de rodas

Atualmente em Todas as Flores, Jackson Antunes viveu um personagem polêmico na novela A Favorita, exibida pela Globo em 2008 e recentemente reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo. Ele, que também está em O Rei do Gado (1996), interpretou o malvado Leonardo, que agredia sua mulher, Catarina (Lilia Cabral). O ator acabou sendo agredido na rua por causa de seu papel e passou por um momento delicado.

Na trama de João Emanuel Carneiro, Leonardo era um homem grosseiro e cafajeste, que vivia agredindo verbal e fisicamente a mulher. Esta sempre ameaçava se separar do marido, mas depois voltava atrás.

Em certa altura do folhetim, ele chegou a expulsar a filha Mariana (Clarice Falcão) de casa, após descobrir que a moça estava grávida.

O próprio ator, em entrevista ao UOL, revelou que sentia uma energia muito negativa quando gravava as cenas violentas de seu personagem. Segundo Jackson, ele chegava a sentir um peso nos ombros, devido à carga pesada de cada cena.

“Toda vez que terminava uma cena eu pedia desculpas para a Lília. Era muito difícil. Mesmo na ficção, mesmo inventado, faz mal. Não tinha uma cena que dava um refresco, todas eram pesadas: aquele homem horrível humilhando a mulher. Psicologicamente ou fisicamente”.

Ainda na mesma entrevista, Jackson disse que se jogou para interpretar Leonardo na trama das nove, chegando a mudar de visual:

“Eu assumi o papel de tal forma que fiquei com 130 quilos na época, porque queria mostrar o lado sombrio daquele homem esteticamente feio, psicologicamente feio. Comprei a briga, dei uma de Robert De Niro tupiniquim”, brincou o artista.

Agressão que o deixou em cadeira de rodas

O personagem trazia tanta convicção que gerou ódio em algumas pessoas, por isso, o ator sofreu retaliações do público. A mais agressiva delas aconteceu em agosto de 2008, quando ele foi empurrado por um senhor numa banca de jornal, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

“Eu cheguei na banca com meu filho, de 9 anos, e vi que havia um homem, já de uma certa idade, reclamando muitos dos escândalos políticos no Brasil. De repente, virou para mim e, quando me viu, começou a falar mal da televisão”, contou Jackson ao Jornal do Brasil, em 4 de agosto de 2008.

Ele relatou que, logo em seguida, levou um empurrão daquele senhor. Mas até aquele momento ele acreditava que fosse tudo uma brincadeira, até que se desequilibrou e caiu.

“Quando ele me empurrou, eu me desequilibrei, porque estava usando bengala devido a uma lesão na perna esquerda, a mesma em que tive uma trombose há 13 anos. Só que, desequilibrado, precisei me apoiar na (perna) direita e acabei sofrendo um princípio de outra trombose”.

Sentindo muita dor, Jackson e seu filho pegaram um táxi e foram até o Hospital Pró-Cardíaco, localizado no bairro de Botafogo. Com fortes dores na virilha, o ator precisou ser afastado das gravações por alguns dias.

Quando retornou, gravou boa parte das cenas numa cadeira de rodas. Nos intervalos, sua esposa, que o acompanhava, aplicava uma medicação em sua barriga.

Recuperação e outros trabalhos

Após esse episódio, Jackson Antunes alegou que, no contexto em que vivemos atualmente, a agressão que ele sofreu naquele período talvez fosse diferente.

“Eu não sei se hoje seria diferente, as pessoas estão muito raivosas. Teve um tempo em que parei de ver televisão, só via entretenimento mesmo. Fui ver um telejornal… Rapaz, parece que está normal para o mal”, relatou ele, que, na época, não chegou a registrar boletim de ocorrência da agressão que sofreu.

Por fim, apesar desta experiência desagradável, ele se mostrou satisfeito com a repercussão de seu personagem naquele período:

“Na época, as agressões domésticas caíram 24%. Ter o opressor e o oprimido discutindo aquilo no horário nobre levou algumas pessoas a uma reflexão, e algumas mulheres a tomar atitudes, a não aceitarem aquilo. A gente fica feliz quando nosso trabalho vai além do entretenimento”, disse ao UOL em junho de 2020.

Recuperado do incidente, o ator, que atualmente tem 62 anos, continuou atuando em diversas produções, como A Regra do Jogo (2015), Liberdade, Liberdade (2016), Tempo de Amar (2017), entre outros.

Recentemente, ele interpretou o Duque de Caxias, principal conselheiro de Dom Pedro II (Selton Mello), na novela Nos Tempos do Imperador. Agora, herdou o papel que seria de José Dumont em Todas as Flores, que estreará nesta quarta (19) no Globoplay.

Ator da Globo é acusado de agredir idoso em restaurante do Rio
03/03/2024
Sabrina Sato se agarra a Nicolas Prattes em viagem
03/03/2024
Torta de Morango
03/03/2024
Tô só esperando domingo para fazer essa sobremesa para minha família! É só bater no liquidificador
03/03/2024
Mãe de Maria Flor, Deborah Secco abre o jogo sobre nova gravidez aos 43 anos
03/03/2024
Gabi Martins dá zoom no decote e chama atenção: ‘Perfeição’
03/03/2024
Sabrina Sato posa agarradinha a Nicolas Prattes em viagem
03/03/2024
De regata, Cauã Reymond aparece suado em foto e coleciona elogios
03/03/2024
Ator da Globo é acusado de espancar idoso em restaurante do Rio
03/03/2024
Batata doce no Caramelo: Receita fácil de fazer e super deliciosa
03/03/2024